blog

Tom Jobim e Leila Pinheiro apresentam “Clube da Esquina” no Polytheama

Posted on Posted in Uncategorized

Concerto da série Expressão Musical marca encerramento da temporada 2019 dos Concertos Astra-Finamax

Após seis concertos, diferentes orquestras e conjuntos com formações musicais distintas, chega ao fim a temporada 2019 dos Concertos Astra-Finamax. Para encerrar a 22ª edição com chave de ouro, a Orquestra Jovem Tom Jobim visita o repertório “Clube da Esquina” no concerto da série Expressão Musical que acontece no dia 23 de novembro, às 20h30, no Teatro Polytheama, em Jundiaí.

Sob a regência de Nelson Ayres e Tiago Costa, o grupo apresenta algumas das principais obras de Milton Nascimento e Lô Borges, com arranjos escritos especialmente para a formação da orquestra. De acordo com Nelson Ayres, “o repertório é importante e de fácil entendimento”.

Dona de uma voz inigualável e de um talento único, a cantora Leila Pinheiro é a convidada especial da noite.  Considerada uma das intérpretes mais respeitadas e de maior prestígio do cenário musical brasileiro, Leila traçou uma carreira de sucesso ao longo dos anos. Nomes como Chico Buarque, violonista Toninho Horta, do guitarrista americano Pat Metheny Horta e dos pianistas e compositores Francis Hime, Ivan Lins e João Donato participaram de seus trabalhos.

O saxofonista Cássio Ferreira, conhecido por sua habilidade de improvisar e por transcender seu sentimento através do instrumento, também fará uma participação especial durante o concerto.

O Clube da Esquina foi um movimento musical criado na década de 60, em Belo Horizonte, encabeçado por Milton Nascimento e os irmãos Borges (Marilton, Márcio e Lô), que lançava músicas que debatiam Minas Gerais, a urbanização, as crenças populares, a censura da ditadura militar brasileira e os sonhos de toda uma geração jovem sendo formada neste contexto.

Palestra Educativa

No dia 22 de novembro, o musicólogo Daniel Motta ministra a palestra “Clube da Esquina” para os professores da rede municipal de ensino de Jundiaí, das 8h às 10h, no Complexo Argos, em Jundiaí.

O encontro pré-concerto abordará os elementos constituintes das músicas que compõem o programa e de que forma eles ainda estão presentes na sociedade atual.

Durante o bate-papo, Motta mostrará como os compositores utilizam ferramentas para contar histórias através de música. Serão apresentados também exemplos musicais e uma série de composições que podem ser utilizadas para aproximar o público do universo musical.

As palestras educativas são uma iniciativa dos Concertos Astra-Finamax e têm como objetivo principal a formação de plateia.

Sobre a Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim

Com 30 anos de atuação, a Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP Tom Jobim) tem como objetivo a formação dos futuros profissionais da música erudita e popular. Atualmente mantém os grupos artísticos Banda Sinfônica Jovem do Estado, Coral Jovem do Estado, Orquestra Jovem do Estado, Orquestra Jovem Tom Jobim, Orquestra Jovem do Theatro São Pedro e Academia de Ópera do Theatro São Pedro. É uma escola do Governo de São Paulo gerida em parceria com a Santa Marcelina Cultura, Organização Social ligada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Sobre a Santa Marcelina Cultura

Criada em 2008, a Santa Marcelina Cultura é uma associação sem fins lucrativos, qualificada como Organização Social de Cultura pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. É responsável pela gestão do Guri Capital e Grande São Paulo e da Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim (EMESP Tom Jobim). Tem como objetivo desenvolver um ciclo completo de formação musical integrado a um projeto de inclusão sociocultural, promovendo a formação de pessoas para a vida e para a sociedade.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *